Piso de cerâmica é uma boa ideia?

Imagem de uma pessoa colocando piso de cerâmica

Na hora de escolher ou trocar o piso da casa, é comum ficar na dúvida se o piso de cerâmica é realmente o revestimento ideal. Conhecido como um tipo de piso frio, a cerâmica é composta por 70% de argila e 30% de pedra, o que a torna econômica e versátil.

 Dentre os seus diferenciais, destaca-se o fato de ser encontrada em diversos formatos, tamanhos, acabamentos e cores. Por este motivo, é indicada para diversos ambientes, principalmente aqueles que precisam de um material mais resistente.

Para você ter certeza que está fazendo a melhor escolha, apresentamos a seguir as vantagens e desvantagens do piso de cerâmica. Confira!

Vantagens do piso de cerâmica

De maneira geral, os pisos frios são considerados muito mais práticos, fáceis de limpar e duráveis quando comparados a pisos “quentes”, como a madeira. Dentre as principais qualidades do piso de cerâmica, destacam-se:

 Menor custo: como o processo de fabricação é menos elaborado e a mão de obra é mais barata, o preço do piso de cerâmica é mais em conta;

  • Variedade: ele pode ser encontrado em diversos desenhos, cores e texturas, adaptando-se facilmente em qualquer projeto.
  • Durabilidade: é muito mais durável. Inclusive, resistem a impactos e dificilmente se quebram;
  • Fácil manutenção e limpeza: o piso de cerâmica não possui poros nos quais poeira, fungos e bactérias podem se acumular. Assim, além de higiênicos, são fáceis de limpar;
  • Dilatação térmica: essa característica garante que a cerâmica vai aumentar ou reduzir de tamanho, dependendo da temperatura. Isso evita que ocorram maiores danos ao revestimento, como o aparecimento de fissuras e trincas. 

Principais desvantagens da cerâmica

Apesar do piso de cerâmica ser recomendado para todo tipo de construção, ele pode apresentar algumas desvantagens.

Uma delas é a falta de isolamento térmico, visto que se trata de um tipo de piso frio. Neste caso, pode ficar desconfortável para pessoas que moram em regiões com inverno rigoroso.

 A cerâmica também sofre mais com desgaste ao longo dos anos, o que pode adiantar a necessidade de trocá-la. Outra desvantagem é que, dependendo do modelo, pode ser escorregadia e levar a acidentes domésticos. 

Qual a diferença entre porcelanato e cerâmica

O porcelanato é muito semelhante à cerâmica, porém, é feito de materiais mais nobres e sua fabricação é mais elaborada. Isso aumenta a durabilidade e melhora o acabamento.

 Além disso, o porcelanato apresenta conforto térmico. No caso, como ele não absorve calor, mantém os ambientes mais agradáveis, sendo uma ótima opção para regiões quentes. Em locais frios, ele também pode ser utilizado, principalmente se o revestimento contar com cores que remetem à aconchego e calor, como o marrom – que imita madeira.

 Apesar dessas vantagens do porcelanato, o piso de cerâmica ainda é considerado uma opção interessante, principalmente devido ao seu custo-benefício.

 Na hora de aplicar, porém, é importante avaliar com cautela o cômodo onde ele será aplicado. Revestimentos polidos e com brilho, por exemplo, devem ser utilizados somente em áreas secas, como quarto e sala.

 Para banheiros, o ideal é apostar em versões menos escorregadias. Já áreas externas, em que há maior umidade e chuva, opte por peças com superfície abrasiva, como aquelas com relevo e rugosas, que facilitam a caminhada. 

Quer mais dicas de decoração como essa? Continue navegando em nosso blog e saiba como deixar a sua casa sempre aconchegante e moderna!

 

5 coisas para fazer em Curitiba no inverno
Curitiba para Morar: Bairro Mercês
Esta entrada foi publicada em Notícias em Geral e marcada com a tag , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.